Willkommen auf den Seiten des Auswärtigen Amts

Alemanha e Portugal – Juntos pela Europa

Alunas e Alunos no festival de teatro escolar juvenil Deutsch auf der Bühne - Alemão em Cena em Almada.

Alunas e Alunos no festival de teatro escolar juvenil Deutsch auf der Bühne - Alemão em Cena em Almada., © Pedro Pedrosa

Artigo

A Alemanha e Portugal, juntamente com a Eslovénia, coordenam entre si, há dois anos, o atual Trio de Presidências do Conselho da União Europeia. Os múltiplos projetos nos sectores do comércio e da cultura ilustram a diversidade das relações bilaterais.

Na verdade, tudo deveria ter corrido de forma bastante diferente. Quando, há dois anos, iniciaram os preparativos para as sucessivas Presidências da UE constituídas pela Alemanha, Portugal e Eslovénia, que decorrem entre julho de 2020 a dezembro de 2021, foi acordado que durante estes 18 meses, as relações da UE com o Reino Unido, assim como as respostas europeia às alterações climáticas, deveriam estar no topo da agenda. Realizaram-se várias reuniões em grupos de três, o chamado “Trio” de Presidências, em Berlim, Lisboa e Liubliana com os representantes dos respetivos Ministérios a fim de definir a nossa agenda comum para a Europa.

No entanto, com a pandemia da COVID – 19, o processo de recuperação económica e social da Europa tornou-se um dos pontos prioritários da agenda. O lado português reveste-se de uma particular importância nestes debates, face à sua própria experiência de sucesso no que diz respeito à superação da crise do Euro.

Portugal continua a ser um parceiro pró-europeu especialmente importante para a Alemanha. As relações luso-alemãs são particularmente fortes, pois são construídas sobre uma base comum: nomeadamente, o compromisso comum para com a União Europeia e os valores europeus. No processo de transição para a Democracia nos anos 70, os partidos alemães apoiaram especificamente os atores pró-democráticos. A queda da ditadura acabou por ser um pré-requisito para a adesão de Portugal à Comunidade Europeia, a organização predecessora da atual União Europeia.

 

Fortes relações económicas para uma Europa forte

 Um dos muitos ensinamentos que podemos retirar desta pandemia é, que a economia europeia deve tornar-se mais resistente em domínios fundamentais para poder

Assinatura do contrato na residência oficial do embaixador, Lisboa 7 de outubro de 2020.
Portugal será País-Parceiro da Feira de Hannover 2021: acto solene da assinatura do contrato na residência do Embaixador Alemão a 7 de outubro de 2020.© Puro Conceito, Carlos Porfírio

assegurar as necessidades básicas das nossas populações e poder proteger melhor a economia de choques externos. A Alemanha e Portugal já gozam de excelentes relações económicas. A Alemanha é atualmente o maior empregador estrangeiro em Portugal: as mais de 400 empresas alemãs são responsáveis pela criação de mais de 50.000 postos de trabalho. Ao mesmo tempo, a Alemanha tem um papel fundamental a desempenhar como um dos maiores parceiros comerciais de Portugal.

Portugal é o País Parceiro da Hannover Messe 2022 (Feira de Hanôver 2022), e terá assim maior visibilidade como local de negócios e de investimentos, tanto na Alemanha como em todo o mundo. Especialmente as áreas da digitalização e das energias renováveis têm um forte potencial para aprofundar as relações económicas entre a Alemanha e Portugal. Também o Plano de Recuperação Nacional do Governo Português, é um plano moderno na sua implementação da "twinning transition” (dupla transição) nos domínios da digitalização e sustentabilidade. Além disso, o facto de a decisão ter recaído sobre Portugal é um sinal importante para os nossos parceiros europeus num momento em que a soberania e a resiliência da economia europeia devem ser reforçadas. Tanto a Embaixada da Alemanha em Lisboa como a Câmara de Comércio e Indústria Luso-Alemã deram início a esta ação e acompanharam-na logo desde o princípio.


Juntos pelo entendimento europeu

As relações culturais e sociais entre a Alemanha e Portugal são igualmente estreitas. A partir de 2021, será atribuído anualmente o Prémio de Jornalismo Luso-Alemão, a boas contribuições jornalísticas acerca do outro país, fomentando assim um melhor entendimento mutuo. No mesmo ano, também a cena literária portuguesa tem a oportunidade de se apresentar ao grande público alemão, enquanto país convidado na Feira do Livro de Leipzig.

A fim de motivar mais jovens portugueses a aprender o alemão como língua estrangeira, o Goethe-Institut apoia mais de 50 escolas em todo o país na conceção e na melhoria da oferta do ensino alemão. Entre as muitas atividades no âmbito da promoção da aprendizagem da língua, temos o Festival de Teatro Escolar em língua alemã, que se realiza todos os anos (pré - Covid-19) em Almada, na margem sul do Tejo. Nesse mesmo local decorre o Festival de Almada, o maior Festival de Teatro de Portugal que colabora também com algumas das principais companhias alemãs de teatro. É um dos poucos festivais culturais portugueses que, apesar do coronavírus, decorreu no verão passado, de forma adaptada às novas circunstâncias.  

Para início da página