Willkommen auf den Seiten des Auswärtigen Amts

Transição energética internacional

Artigo

A eficiência energética, as energias renováveis e o abandono da energia nuclear - são estes os principais pilares da política energética alemã.

A eficiência energética, as energias renováveis e o abandono da energia nuclear - são estes os principais pilares da política energética alemã. Através da chamada transição energética, a Alemanha quer tornar o seu fornecimento de energia mais sustentável, respeitador do clima e fiável.

Solaranlage
Das von einem deutschen Konsortium erbaute Solarkraftwerk Andasol 3 in Spanien ist derzeit die größte europäische Solaranlage© picture alliance / dpa
Projeto pioneiro: transição energética

Está previsto que até 2022 todas as centrais nucleares alemãs estejam desativadas. Até 2050, tendo o ano de 2008 como referência, o consumo de energia na Alemanha deverá passar para metade e 80 % da produção de energia deverá ter origem em fontes renováveis, como o sol, o vento e a água. A Alemanha contribui, assim, decisivamente para a proteção do clima e dos recursos, enquanto aumenta a segurança no fornecimento de energia, ao tornar-se menos dependente da importação de combustíveis fósseis. Graças à sua experiência na transição energética, a Alemanha é um interlocutor privilegiado no âmbito da política energética internacional. Na implementação da sua política energética, outros países podem beneficiar com o sucesso e as estratégias da Alemanha, bem como com os ajustamentos que efetuou.

O Ministério Federal das Relações Externas e as representações diplomáticas alemãs no mundo apoiam esta troca de experiências e o diálogo sobre a política energética internacional. Em nome do Governo Federal, promovem no plano internacional uma política energética mais sustentável, nomeadamente, no âmbito da União Europeia ou das Nações Unidas.

Regenerative energies in Germany
A windwheel and solar plants at power generation© dpa picture-alliance
Cooperação a nível europeu

A transição energética apenas pode ter sucesso se for alicerçada no contexto europeu - só assim é possível juntar a proteção do clima, a segurança no fornecimento e a competitividade. Neste contexto, destacam-se, nomeadamente, os Objetivos da UE para 2030 em matéria de clima e energia, que preveem, entre outros, a redução de gases de efeito de estufa e o aumento da eficiência energética. Outro projeto relaciona-se com a reforma do comércio de emissões e, de acordo com uma estratégia-quadro apresentada em 2015, a UE deverá crescer no sentido de uma União da Energia.

Para mais informações:

Informações sobre a transição energética (PDF, 3 MB, em inglês)

Who is who da transição energética na Alemanha (PDF, 7 MB, em inglês)

Conteúdos utilizados

Para início da página